09 jan 2017

7 dicas para economizar na festa infantil. – Em casa.

Post por Isabela Kanupp às 10:30 em Festa Infantil

Quando falamos em festa infantil muitas pessoas logo imaginam aquela festa em um buffet quase no valor de uma moto. A verdade é que até mesmo festas feitas em casa, geram gastos que nem sempre estamos preparados ou não imaginamos.
Contei aqui da festa de 7 anos da Beatriz, que foi uma festa que quase não aconteceu mas por fim deu tudo certo. Porém, minha trajetória em festa infantil já está consolidada: desespero, nervoso, estresse.
Foi somente com o tempo que fui aprendendo algumas dicas básicas para evitar um pouco disso tudo e claro, economizar. Com isso separei para vocês 7 dicas para economizar na festa infantil que fez toda a diferença para mim!

7 dicas para economizar na festa infantil

1 – Defina o “tema”.

Não precisa ser um personagem, pode ser apenas uma determinada paleta de cores. É importante ter algo para se guiar, principalmente para evitar comprar coisas desnecessárias. Por exemplo, se você define uma tabela de cores de azul/vermelho/amarelo, sabe que determinadas cores não combinariam, então evita comprar produtos dessas cores. Melhor do que comprar e chegar na hora não ter o que fazer com aquilo né? Quanto antes definir o tema ou a paleta de cores, melhor.

2 – Antecedência é tudo.

E quando falo antecedência é antecedência MESMO.
Claro que com crianças maiores fica um pouco mais complicado. Aqui, por exemplo, Beatriz decidiu qual tema queria nos 45 minutos do segundo tempo, então foi uma correria danada.
Com crianças menores é mais fácil. Observamos suas preferências – por cores, desenhos animados, personagens, etc – mas a decisão fica conosco.
Com antecedência conseguimos nos organizar melhor, pesquisar preços e, para mim, o mais importante: comprar antecipadamente e pouco a pouco.

3 – A festa é para seu filho.

Parece bobo, mas entender que a festa é apenas para o seu filho, para comemorar o nascimento dele, que o mais interessado e beneficiado com essa festa é ele, é importantíssimo. Isso faz com que a gente deixe de pensar tanto nos outros. Claro, pensamos no que todo mundo irá comer e beber, afinal, é uma festa. Mas saímos daquele pensamento de que a festa tem que estar bonita para o outro, tem que estar confortável para o outro, etc. Saímos do modo “aparência”.

4 – Procure inspirações.

É relativamente fácil encontrar na internet sobre decoração de festa infantil, principalmente com muitos itens faça você mesmo. Além de blogs que falam sobre o assunto, também é possível fazer uma busca pelo tema escolhido no Pinterest. Claro que muitas coisas estão fora da nossa realidade, mas muitas coisas são possíveis de adaptar. Sem contar que temos muitas ideias, coisas simples que por vezes não pensamos. Nesse ano o aniversário da Beatriz teve muiiiita inspiração que vi no pinterest!

 

5 – Não surte!

Nunca ficará 100%, nunca, nunca, nunca. Então, não surte!
Tente manter a calma em todo o processo, isso ajuda demais a inclusive, não tomar atitudes de forma impulsiva.
Muitas vezes temos toda uma festa/decoração planejada dentro da nossa cabeça, porém quando vamos procurar itens para colocar isso em prática nem sempre dá certo. Não surte, busque alternativas, outras lojas, outras opções de tema ou até mesmo tente desapegar um pouco do que você idealizou e tente o possível.

 

6 – Pense com carinho na lista de convidados.

Aqui a lista de convidados sempre foi algo bem “enxuto”. Acredito que apenas no primeiro ano da Beatriz que teve mais convidados, afinal, foi o primeiro ano né? Mas todos os aniversários conseguimos comemorar em casa – o que ajuda a economizar uma boa grana – justamente por conta do número de convidados.
Use a estratégia dos 6 meses: essa pessoa que você pretende convidar, esteve presente na sua vida e na vida do seu filho nos últimos 6 meses? Se não esteve, porque convidar?

 

7 – Peça ajuda!

Se você vai fazer tudo da maneira “faça você mesmo”, saiba que nem por isso você precisa fazer sozinha. Aqui sempre todo mundo ajudou, tia, amigas, cunhada, avó. Cada uma com sua função, com aquilo que leva mais jeito e no fim, sempre dá certo. Não tenha vergonha de pedir ajuda, não conseguimos fazer tudo sozinhas e poxa, é família né? Muitas vezes pedindo ajuda conseguimos economizar muito com coisas como decoração (aquela tia que sabe fazer uma decoração como ninguém sabe?), bolo e docinhos (aquela prima que sempre faz os bolos das festas…) e por aí vai!

 

No fim, o mais importante mesmo, é que é uma festa para celebrar mais um ano daquela criança. O “personagem principal” não é a decoração, é o seu filho. Quem tem que ficar feliz com a festa não são os convidados, mas seu filho.
Fazer festa infantil é cansativo, é estressante mesmo quando conseguimos minimizar esse estresse, e muitas vezes juramos que nunca mais faremos festa em casa, mas no fim é uma delícia, no fim sentimos que valeu a pena, por mais simples que tenha sido!
Além disso, lembre-se que vivemos no mundo real, com expectativas reais. Não vivemos dentro do pinterest, não vivemos vidas glamourosas de revistas infantis. Decoração, tema, cores, são apenas detalhes. Não saia da sua realidade, das suas possibilidades, para tentar atingir expectativas dos outros.

 

 

Facebook | Instagram

Ajude o blog a continuar no ar.
Caso queira nos apoiar, poderá doar qualquer valor:

Caixa Econômica Federal Agência: 4490 – Operação: 013 – Conta Poupança: 3987-8
*Para doar não é necessário se cadastrar no PagSeguro ou no Paypal.

1 comentário para "7 dicas para economizar na festa infantil. – Em casa." | Adicione o seu »

  1. jan 09, 2017 @ 11:43 {Responder}

    […] post 7 dicas para economizar na festa infantil. – Em casa. aparece primeiro no Para Beatriz – Maternidade e […]

Deixe um comentário





  • * obrigatório